sábado, junho 21, 2008

Texto de Clarice Lispector

''Gosto dos venenos mais lentos, das bebidas mais amargas, das drogas mais poderosas, das idéias mais insanas, dos pensamentos mais complexos, dos sentimentos mais fortes… tenho um apetite voraz e os delírios mais loucos.
Você pode até me empurrar de um penhasco que eu vou dizer:
- E daí? Eu adoro voar!
Não me dêem fórmulas certas, por que eu não espero acertar sempre. Não me mostrem o que esperam de mim, por que vou seguir meu coração. Não me façam ser quem não sou. Não me convidem a ser igual, por que sinceramente sou diferente. Não sei amar pela metade. Não sei viver de mentira. Não sei voar de pés no chão. Sou sempre eu mesma, mas com certeza não serei a mesma pra sempre''

Clarice Lispector

quinta-feira, junho 05, 2008

Ser Humano

Como é triste a face de um ser humano, seu jeito de pensar ou agir. As vezes fico pasma com esta mesma raça. Muitos dizem: ''- Quero o seu bem''. Mas este 'querer melhor' sempre passa dos limites, é incrível como o outro sempre quer tomar conta de todo o nosso ser, como nós fossemos um computador a ser programado, com os desejos e vontades deste mesmo... É típico do ser humano querer cuidar da vida do próximo e sempre esquecer que desta mesma ele não tem o direito de interferir, no maximo dizer o que pensa, mas é claro, respeitando a vontade e o limite do outro, não é mesmo? Se formos parar para pensar em tal atitude muitos de nós ficaríamos malucos.

  • Foi só um desabafo mesmo... Espero que entendam



Frase: "Se cada um cuidasse do seu próprio cu, o cu de todo mundo era bonitinho." (Fernanda Young)

Ao som de:
Ziggy Marley - True to myself


Beijos!

quarta-feira, junho 04, 2008

Evolução

Dias bastante tensos, confusos talvez...
Dias pelos quais estão mudando totalmente o meu ser. O tempo, o espaço, e minhas convivências então me 'obrigando' a fazer esta mesma. Não me importo mais com o que o outro pense, tenho meus ideais e tenho concepção exata do que sou ou deixo de ser. (neste exato momento)
Ontem, estava sentada conversando com um grande amigo meu perto de minha casa, durante a tarde, nesta conversa percebi que eu não tinha consciência de quem eu sou, e que eu apresento ser uma pessoa pela qual eu não sou. Nunca pensei que isto seria possível, afinal, todo ser humano pensa que tem conhecimento geral sobre si mesmo, isto é um fato! Muitas vezes durante esta brevia conversa me debatia de frente a mim mesma, pois não havia palavras que poderiam sair de minha boca. Sei que ninguém muda de uma noite para a outra, mesmo que a pessoa realmente mude assim rapidamente sempre haverá um traço no 'peito' que demorará dias, semanas, meses, talvez até anos para que saia do mesmo.

Conclusão:

  • Mudanças na vida do ser humano é inevitável, mas cabe a ele evoluir em si... E evoluções demoram 'anos' para serem completas.


* texto confuso, mas creio que deu para transparecer o que está em minha cabeça;





::


Ao som de: Massive Attak - Teardrop e Massive Attak - Angel

Beijos!