segunda-feira, fevereiro 06, 2012

Apenas você

Sua mão calorosa sobre minha pele enquanto me acaricia com teus beijos. Seu olhar que tira meu folego com uma facilidade incrível. Fico anestesiada toda vez que ficamos abraçados, ainda viajando, vendo o horizonte, fazendo caricias de jovens amantes. Olho sua face, ainda com o brilho do sol e com a leveza do anoitecer, me fascino e por fim guardo em minha memoria... Ah minha memoria, minhas vontades, tudo isso que esta em constante movimento e desejos, remoendo todo o meu corpo.
Todos os dias, lhe vejo com aquela cara de ainda de sono e enquanto nos beijamos, me sinto como se ainda estivesse em meus sonhos. 
Seu sorriso, sua caricia, o jeito que arruma minha roupa, o jeito que tira ela, o jeito que me tira do serio por completo e me conquista com este teu sorriso de menino, meio bobo, meio homem, meio tudo. Seja no sexo, em um restaurante, com amigos ou até mesmo nos momentos mais insanos, fico a imaginar o quão és perfeito, e como nem suspeita disso ao me perguntar do que gosto para que possa me agradar.
As noites em meio ao luar, entrelassados, lembrando de velhos momentos, velhas lembranças... Velho sentimento, um amor mal resolvido como diz nossos amigos, talvez... Talvez só não estava na hora certa para tudo acontecer.
Apesar de amantes de uma vida passada, o calor não se enterrou.  Enquanto tira minha blusa e me devora com aquele olhar, um olhar só seu, um olhar maravilhoso, beija meu corpo intensamente e me faz entregar minha alma, meu corpo, meu coração aos poucos sem ao menos perceber. Por fim, caio em mim e dou-me conta que posso gostar de você, gostar de verdade. Um gostar diferente de todo os outros, um gostar não apenas dos momentos que estamos como casal, mas como amigos, ou até mesmo como estranhos, só de estar presente no mesmo recinto já me basta.
Meu dia se faz quando andando distraidamente me deparo com você em meio meu caminho, seja com mais alguem, ou até fumando um cigarro. Me seguro por vez para não ir correndo em sua direção lhe dar um abraço, um beijo e por fim uma mordida nestes teus lábios adocicados.
Fico a me imaginar como seria, dormir ao teus braços todos os dias, com teu calor, carinho, até o fim dos tempos.  Ter teu sorriso só para mim e não ter que me preocupar mais com as horas que se passa, que ao seu lado na verdade se dispersa com uma rapidez que nem mesmo o maior físico é capaz de explicar.
Sensação que me completa, me alucina, me devora, me torna incapaz de me ver longe de você. Não sei o que exatamente foi dito, o que foi feito... A única coisa que me importo agora, é poder ser a razão do seu sorriso, dos seus sonhos e por fim.. Do teu sentimento! =)

Geórgia Carone


4 comentários:

Harumi disse...

Pela primeira vez, eu consegui me identificar com seu texto.

Anônimo disse...

Acho que essa pessoa especial reconhece isso...

Anônimo disse...

Vamos sonhar juntos....

Anônimo disse...

Isso tudo foi uma mentira no final das contas