quinta-feira, fevereiro 17, 2011

Entre mim e você


A percepção para.

Não há nada em nossa volta.
Não há barulhos, movimentos.

Olhares paralisados uns aos outros.
Sua mão sobre minha pele, minha mão sobre seu peito.

Suspiros e alucinações;
Amor, ao meio a distancia e a presença.
Ao meios os suspiros, a conexão.
Tudo esta paralisado.
Não a prazer que represente o que se passa.

Isso não é o prazer, isso não é a loucura.. isso é o nosso amor.
Consegue sentir?

A percepção para.
Não há nada em nossa volta.
Não há barulhos, não há movimentos.

O que sinto é por dentro.
Me queima, me alucina, me tira de mim.
E me faz sentir o amor.



Geórgia Carone 

5 comentários:

Anônimo disse...

Wooow *-* O amor é mesmo algo poderoso, né ?

Belo poema G, continue assim :D

Japa :)

Arthur (Tukko) disse...

eu acho o seguinte...
Amor não queima, não alucina e não tira agente de si, isso quem faz é o Crack.

Amor é Oooutraaa coisaa....

Mas eu gostei do poema!

go georgita!

Geórgia Carone :: Despair Doll / Jôн м. disse...

huauhauahuha, eu ri alto!

Thiago (Osama!!) disse...

Nuh regasso!!!!

Ta ficando profunda em joh!!rsrsrsrrs

abrass!!XP

by:Preto (ou thiago)

jhoseph disse...

eu te amo bb